Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Mais Beja

Mais Beja

30
Set13

Beja: Porque o PS perdeu? E a CDU ganhou?

Mais Beja

Pulido Valente perdeu, não por mérito do partido vencedor, a CDU, mas por demérito próprio, significando uma derrota merecida. Porque digo que foi merecida? Porque errou onde não podia errar. Errou quando entrou em guerras sectárias no interior da Câmara, um local com muitas pessoas e famílias, muitas delas ligadas ao PCP; entrou em choque com os vereadores da CDU por factos pequenos, típicos da mesquinhez e na forma de fazer política no País, mas que os inteligentes conseguem escapar; foi negligente com as associações culturais e desportivas da cidade, representadas por muitas pessoas, o que num meio pequeno é fácil de originar vírus contra a própria câmara; durante 3 anos não fez obra nenhuma, deixando tudo para os últimos 12 meses, e isso é importante para o povo uma vez que este venera cimento e máquinas. Apresentou e fez grande propaganda de obras que nunca saíram do papel. Deixou-se enrolar com a história, ainda por esclarecer da dívida da Câmara. Se reduziu de facto a dívida da Câmara em 11 milhões de euros, deveria ter, de imediato, demonstrando com documentos da própria Câmara essa mesma redução, deixando arrastar a dúvida até ao último segundo das eleições, quando poderia ter morto o assunto logo à nascença. Não defendeu os maiores projetos da cidade, cabendo esse papel a uma vila com cerca de 5.000 habitantes, Ferreira do Alentejo. Não soube tornar Beja capital de nada, nem do vinho, nem do azeite, nem do cante, nem da cultura. Nada! Até o Beja Wine Night, ideia e evento bastante aplaudido na cidade, iniciativa do próprio PS, que durou o tempo de um jogo de futebol, não se prologando no tempo. Não apoiou a biblioteca municipal e os seus eventos, espaço muito acarinhado pelos bejenses, tendo esta apenas merecido uma simples “obra” de requalificação do edifício, diga-se, pintura da fachada, para o mês da eleições, não estando ainda terminada. E isto, Pulido Valente, não se faz. São falhas que nem um principiante tem, quanto mais alguém com experiência de câmaras.

Porque ganhou a CDU? Porque tem uma massa de apoiantes, sólida e enorme, recebendo logo à partida um grande número de votos. Os que não são militantes ou simpatizantes do PCP e, que votaram no João Rocha, votaram porque acreditam que Beja terá a mesma vida cultural e beleza que Serpa. Os indecisos ao pensarem assim cometeram um erro. O João Rocha esteve em Serpa 33 anos. Em Beja estará, 4 anos. E em 33 anos pode-se fazer tudo. Em 4 anos não…

Para este novo executivo, tenho 3 desejos: que o partido na cidade seja “Beja”, e não PCP. Que cumpram aquilo que prometeram para os 4 anos. E os futuros funcionários admitidos na Câmara sejam jovens e competentes, com habilitações para o cargo que ocupam, e não seja o cartão de militante a decidir ou criarem-se postos de trabalho só para dar emprego aos familiares e amigos. Só assim conseguiremos construir uma cidade jovem e moderna, virada para o exterior e não como viveu no passado, fechada sobre si própria. O pós-25 de Abril já lá vai, "camaradas".

Nota negativa para a abstenção, que aumentou e para o facto de o movimento independente de Beja ter recebido apenas 750 votos. Nunca teria um grande resultado, é certo, mas 4,38% do total dos votos é muito pouco, revelando falta de evolução democrática nas pessoas da cidade, uma vez que a campanha foi muito bem conseguida e organizada.

6 Comentários

Comentar post