Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Mais Beja

Mais Beja

17
Set12

Maior Manifestação: A 'grande' geração e os jovens

Mais Beja

A 'grande' geração que comandou e continua a comandar este País, sentenciando as nossas vidas, é incompetente, corrupta, preguiçosa, parasita, sem ética, sem educação (académica) e gananciosa. Nessa geração, houve e continua a haver o sonho de ter um carro melhor que o vizinho, viajar ao estrangeiro só para dizer que foi e fazer inveja aos amigos, passar férias em hóteis caros, criar e participar em esquemas para fugir aos impostos, jogando continuamente no Euromilhões e Totoloto, porque é ai que esta o sucesso para uma vida melhor. Não no trabalho ou na criação de um negócio. Descobrir como fazer o ‘negócio da China’, comprando um terreno por 100€ e vendendo no dia seguinte por 100.000€. É essa a ‘grande’ geração.

Mas há piores. E os piores estão em cargos políticos, não porque tenham preocupações reais com os pobres, os reformados, com o acesso à educação e refeições nas escolas para as crianças, oferecer livros escolares, serviços de saúde de qualidade ou estimular o que se produz em Portugal. Basta ver os 2 últimos Governos (PS e agora da coligação PSD - CDS-PP). Os 2 últimos Governos foram o apogeu da hipocrisia e de todos os defeitos dessa geração. Quem lá esta ou esteve quer enriquecer e viver uma vida de sonho e sem preocupações, com mordomias obscenas e rodeado de assessores tão ou mais incompetentes que eles próprios. Saltar de lugar em lugar político, de empresa em empresa, sem qualquer valor para tal, é o futuro dessa 'grande' geração de políticos. Querem entrar pobres e sair ricos, como quem mete um carro na lavagem automática, que entra sujo e sai limpo. Fácil e rápido.

Esta crise deveria ser paga por esses sujeitos. Uns já estão mortos, e não se pode ir buscar o dinheiro. Mas há muitos bem vivos. Alguns inclusivé, entram nas nossas casas todas as semanas, através da televisão. Mas isso não acontece. Nunca acontecerá, porque o poder está nas mãos desses mesmos. Nos que delapidaram o País e destruíram o futuro dos jovens.

 

Mas na vida, há sempre o fim e o início, a morte e o novo, e é por isso que acredito que são os jovens, aquela geração que os mais velhos criticaram, durante as últimas décadas, referindo-os como ‘mimados’, ‘burros’, que andam mal vestidos por terem a ‘calça rasgada’, ‘estúpidos’, ‘mal-educados’ porque dizem "fixe", "bué" e "bacano", que vão dar a volta a este País. Acredito piamente que vão colocar este País num lugar que nunca esteve. Num nível digno de ficar na história, por motivos maravilhosos, ao contrário das gerações das últimas 3 décadas. Tal como Lisboa desapareceu em 1755, e reergueu-se, mais forte, sábia e bonita. Assim farão os jovens a esta Nação.

 

P.S.: Parabéns à organizção e a todos os que foram à manifestação em Beja. Foi surpreendente o número de pessoas presentes.

3 Comentários

Comentar post