Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Mais Beja

Mais Beja

28
Out16

Blogue Mais Beja está de regresso

Mais Beja Blog 2017.png

A pergunta que deverão estar a pensar é: “Porquê o regresso?” Na essência, foram os elogios e força de algumas pessoas, que gostam do que penso e escrevo por aqui. Como seres humanos, somos levados pelas palavras dos outros. Confesso que fiquei surpreso e orgulhoso. Outro dado interessante, foi durante o período em que o blogue Mais Beja esteve suspenso, houve cerca de 10.000 visitas. Sim, sem novas publicações ou fotos, cerca de 10.000 pessoas visitaram o blogue, que não deixa de ser surpreendente, num projeto amador, altruísta e de uma cidade do interior de Portugal.

E por último, o enorme afeto pela cidade e prazer em falar dela, quando a maioria das pessoas retratam a cidade de Beja, principalmente os bejenses, de forma negativa, nunca falando das suas belezas e virtudes.

 

O blogue Mais Beja está de volta com algumas novidades. O grafismo e a imagem principal mudaram, para renovar o espaço e tornar o espaço mais limpo e intuitivo. Há agora a possibilidade de subscrever à “Newsletter” (Barra lateral, bastando para tal apenas adicionar o vosso e-mail), e sempre que surja uma publicação, esta será enviada todas as manhãs para a vossa caixa de correio eletrónico.

Convido os leitores a inscreverem-se na página do Facebook do blogue. Desta forma é mais fácil receber as publicações. Além disso, há publicações/notícias que apenas coloco na página do Facebook.

Também podem aceder facilmente a página através do endereço: www.facebook.com/maisbejablog

 

Por outro lado, funcionalidades menos usadas foram eliminadas.

 

Mais fotos e vídeos serão publicados da nossa bela cidade, bem como publicações com comentários e opiniões sobre o que está certo, menos certo ou errado em Beja, e como é possível melhorá-la.

Para quem agora chega, relembro a “Carta de Intenções”, que se mantém intacta.

 

Deixem a vossa opinião. O design está melhor? E a nova imagem do blogue, julgam melhor que a primeira?

1 comentário

Comentar post