Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mais Beja

Mais Beja

14
Abr15

Turismo em Beja?

Mais Beja

Castelo de Beja 3.jpg

Beja continua a marcar passo no que ao turismo diz respeito. Mértola, pequena vila no interior do Alentejo lançou um site específico sobre as suas atrações turísticas ( www.visitmertola.pt ) e está a trabalhar para candidatar-se a Património Cultural da Humanidade. Numa entrevista ao Diário do Alentejo, o presidente da Câmara Municipal de Mértola refere o que tem sido feito: ”Um concelho que, neste momento, tem 16 museus e cujo rácio de visitantes por habitante é de 15 para um.” Fonte: Diário do Alentejo

Na nossa cidade, o cenário é totalmente inverso. Beja, além de não preservar e proteger o seu património, também não investe na sua promoção, medida essencial para atrair pessoas e negócios na área do turismo. Num mundo cada vez mais global e rápido, se uns não trabalham, haverá outros que lhes roubam o lugar, e no que ao turismo diz respeito, é isso que acontece na nossa cidade há décadas. Quando falo com pessoas de fora, todos referem a sua curiosidade em conhecer Évora, Monsaraz, Reguengos, Serpa, Mértola e a costa alentejana. Ninguém refere Beja…

A cidade necessita de criar uma marca e investir na sua divulgação. A cidade tem ruas antigas e tipicamente alentejanas, igrejas lindissímas, museus, restaurantes, castelo e suas muralhas, etc. Não devemos ter vergonha daquilo que somos e temos, e sim orgulho!

Até quando vai ficar Beja alheada da promoção turística? Até quando vamos continuar a afastados do turismo, um dos maiores negócios mundiais, motor de crescimento económico e gerador de emprego?

Basta ver dados estatístico para observar o peso económico do turismo no mundo e em Portugal: “O turismo vale mais para a economia, emprego, exportações e investimento em Portugal do que no resto da Europa e mesmo no mundo.” Fonte: Público

O problema é tão grave, que quase apostaria que se não houvesse Ovibeja, evento que começa no final deste mês, Beja seria menos conhecida que Serpa, Mértola ou outra vila do norte alentejano, com menos património e história que nós.

E quando estarão concluídas as obras na torre de menagem do castelo e o acesso ao seu ponto mais alto? Iremos continuar a desperdiçar negócios e turistas para outras localidades alentejanas?