Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mais Beja

Mais Beja

22
Mai15

Um outro Baixo Alentejo. Alguém viu?

A não-futura A26 (IP8).jpg

O deputado Mário Simões, eleito pelo PSD no Baixo Alentejo decidiu fazer um resumo dos últimos 4 anos, referindo que a nossa região está melhor. Aliás, “está muito melhor” segundo as suas palavras.

Melhor em quê? O IP8 e o IP2 não foram concluídos, e o seu reinício, a 4 meses das eleições legislativas – pura coincidência –, consiste em 4 ou 5 máquinas a mover terra ao longo de toda a obra.

O regadio do Alqueva não está concluído e todas as obras em curso ou concluídas tiveram o alto patrocínio da União Europeia, que obrigou o atual Governo a concluir as obras, com a ameaça de perder os fundos europeus.

A Unidade de Psiquiatria foi construída pelo anterior Governo de José Sócrates e anterior Administração da ULSBA. O atual Governo apenas foi cortar a fita de inauguração.

Em relação à paz social nas escolas que refere o deputado, cito apenas 2 notícias: “Pais de alunos fecham escola básica de Beja a cadeado em protesto” e “Santa Vitória e Mombeja contra encerramento de escolas

Aborda o turismo, cujo seu aumento se deve única e exclusivamente ao investimento de pessoas e empresas privadas, não tendo o Governo apoiado em nada. Se tivesse apoiado, teria investido o dinheiro público, por exemplo, na requalificação do Museu Regional de Beja e, como citado em cima, na requalificação das principais acessibilidades a Beja e ao Baixo Alentejo. Todo o pouco investimento na promoção do turismo foi realizado pelas Câmaras Municipais, que viram também os seus orçamentos brutalmente reduzidos.

E poderia abordar outros temas fundamenais para a região, como o aeroporto de Beja, encerramento de camas no Hospital de Beja, eletrificação do comboio entre Beja e Lisboa, etc.

Dizer que o Baixo Alentejo está melhor, é o mesmo que a “irrevogável” demissão de Paulo Portas. A realidade desmente as palavras.