Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Mais Beja

18
Fev15

Os alentejanos são desinteressados e brandos?

A petição pública “Nós existimos, Nós exigimos!”, que defende a conclusão das acessibilidades que todos desejamos, sejam residentes, empresários ou poder local, tem uns míseros 225 assinantes. Porquê?

O concelho de Beja tem 35 mil habitantes. Castro Verde, 7.200. Ferreira do Alentejo mais de 8.200. O Baixo Alentejo tem mais de 120 mil habitantes. Ou seja, apenas uma ínfima percentagem protesta por melhores acessibilidades e desenvolvimento regional.

Dirão: nem todos têm acesso à internet. Mas milhares têm Facebook. A título de exemplo, a página de Facebook da Câmara de Beja tem 8.400 gostos. A de Castro Verde 2.400. A página do Diário do Alentejo tem uns impressionantes 58.000 gostos. E existem mais concelhos afetados pelas lastimáveis e vergonhosas estradas que nos ligam entre nós, ao país e ao mundo.

Resposta: Não lutamos, não reivindicamos, não protestamos, não nos revoltamos. Esperamos sempre que sejam os políticos a resolver os nossos problemas, quando andamos constantemente a dizer que são eles que prejudicam as nossas vidas. Todos agem assim. Todos os portugueses e, consequentemente, todos os alentejanos.

Com tudo o que vejo, por vezes julgo que a revolução de 25 de Abril de 1974 foi uma casualidade. Que na verdade, não lutámos. Aconteceu porque tinha que acontecer.