Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Mais Beja

08
Set12

RTP 2 = Progresso


O término da RTP 2 significa o FIM:

- da cultura e da arte para quem não tem acesso a ela, quer por questões físicas, geográficas ou financeiras;

- da divulgação da história de Portugal;

- do desporto para além do futebol;

- da transmissão e divulgação de programas de autor;

- da divulgação de trabalhos de jovens que estão na universidade;

- da música, para além dos especiais do Toni Carreira de 6 em 6 meses nas televisões Nacionais;

- de programas para as minorias, com programas de altíssima qualidade;

- dos melhores documentários para quem não tem acesso ou possibilidade financeiras para aderir à televisão por cabo ou satélite.

O País não poupa. Perde. Perde porque desaparece o único canal de TV grátis que fazia progredir cérebros.

E o que resta? Canais com horas desenfreadas de reality shows, telenovelas, filmes e séries altamente violentos. E assim, as mentes imobilizam-se.

Com a RTP 2, o País ganhava. E muito. Só que atualmente, o nosso País é avaliado por €uros e défices. Não por progresso…


Nota: Significado de Progresso: 1. Marcha ou movimento para diante. 2. Adiantamento. 3. Desenvolvimento. 4. Movimento progressivo da civilização. 5. Aperfeiçoamento. (Fonte: Priberam)

 

P.S.: Hoje, pode assistir na RTP 2 às 21:00, o que um serviço público de televisão pode fazer por um Povo:

A história de um instrumento musical tipicamente português

"APANHEI-TE CAVAQUINHO é o título de um dos mais famosos temas de sempre da música popular brasileira. Foi composto por Nazareth em 1914 como uma polca para piano mas só mais tarde entrou nas rodas de choro e nos repertórios de bandolinistas e cavaquinhistas. 
É a partir daqui que começa a nossa viagem, que é a viagem do cavaquinho! Uma viagem pela lusofonia, alegre e despretensiosa, desprovida de análises etnomusicológicas. (...) Um instrumento cuja história se mistura em vários continentes… viajou de Portugal para o Brasil, para Cabo Verde e chegou aos Estados Unidos, ao Havai, onde é chamado de ukele.
Este é o roteiro conduzido por Henrique Cazes. Ele que é exímio tocador de cavaquinho e que se tem ocupado desde há largos anos a tornar mais próximos Portugal e Brasil através dos elementos culturais mais comuns aos dois: a língua e o “braguinha”."

Fonte: http://www.rtp.pt/programa/tv/p29378

 

Se não puder ver, grave no Meo, porque nunca mais vai passar na RTP 2.


1 comentário

Comentar post