Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Mais Beja

Mais Beja

Beja sem Unidade de Cuidados Continuados

Em primeiro lugar, o que é uma Unidade de Cuidados Continuados? Segundo a própria, consiste em: “Prestar os cuidados adequados, de saúde e apoio social, a todas as pessoas que, independentemente da idade, se encontrem em situação de dependência.

De forma simples, é uma unidade de saúde intermédia, entre um hospital e o domicílio. Ou seja, não tem a especificidade de cuidados de um hospital, mas presta cuidados de saúde a quem não tem condições para ir para a sua casa. É uma nova resposta de saúde, capaz de promover e prestar cuidados de forma integrada a pessoas em situação de dependência e com perda de autonomia.

Posto isto, passamos à segunda questão, bastante dolorosa e, que eu saiba, sem uma resposta: Porque a cidade de Beja não tem uma Unidade de Cuidados Continuados? Os principais promotores destas unidades são as Santa Casas das Misericórdias das localidades em que estão inseridas, uma vez que recebem apoios financeiros dos jogos da Santa Casa. Mas também pode ser criada por fundações ou instituições privadas. Só no Baixo Alentejo há 7: Serpa, Casével, Garvão, Ferreira do Alentejo, Mértola, Odemira e Moura.

Este tipo de unidades, além do benefício óbvio de prestação de cuidados de saúde à população onde se insere, é geradora de emprego e riqueza, sendo mais um fator de afirmação de Beja como capital de saúde de todo o Baixo Alentejo.

3 Comentários

Comentar post