Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Mais Beja

24
Nov21

O poder está em nós, nos cidadãos: Proteste!

Mais Beja

Proteste 3.jpg

 

Viver em democracia, permite-nos decidir. Não somos peões comandados por outros. Vivemos numa democracia representativa, elegemos pessoas para decidirem por nós, mas precisamos de inverter as coisas e ter uma cultura de democracia participativa.

Todos exigem mudança, mas a mudança só acontece quando pessoas comuns protestam e se envolvem na comunidade e na política. Exigem a si e aos outros. Apenas com participação e escolhas que fazemos diariamente, construímos uma comunidade, cidade ou país melhores.

Ao pagarmos elevados impostos, também devemos nos sentir obrigados a exigir, e não ser apenas simples pagadores, que recebe em troca maus serviços públicos ou nada acontece no nosso bairro, cidade ou região. Não somos apenas espectadores a assistir à política na televisão. Nós temos a capacidade de mudar as coisas!

Cada um de nós pode ser uma dessas pessoas: tu, és um agente político e não um observador passivo.

Sem protesto, reclamação, nunca seremos atendidos. É a vontade do povo que faz a política.

Para tal, quando vir que algo está mal no Estado ou o que foi prometido por políticos não foi cumprido, proteste! Não fique à espera que chegue as próximas eleições autárquicas ou legislativas para demonstrar o seu desagrado. Por exemplo, pode começar por reclamar junto da empresa pública Infraestruturas de Portugal, relativamente ao estado do piso e falta de segurança na estrada IP8 ou à fraca qualidade no serviço de ligação de comboio entre Beja e Lisboa. Faça uso do Livro de reclamação. Há pequenos gestos que podem mudar as coisas. Este é um deles.

 

O futuro, é construído por nós, dia após dia. Ter ou não um país melhor depende de nós, cidadãos. Não de outros.

1 comentário

Comentar post