Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mais Beja

Mais Beja

15
Nov19

Ruas sem caixotes do lixo e moloks sempre cheios

Caixote do lixo de rua.jpg

Pela nossa cidade, assistimos à presença de lixo nas ruas, estradas, canteiros, jardins e parques. É notória a falta de civismo e urbanidade das pessoas nas mais simples regras sociais e de convivência harmoniosa. Mas também, é notória, a falta de caixotes de lixo (pequenos, como retratados na imagem superior), não digo em toda a cidade, mas nas zonas mais movimentadas, sendo esta falha da total responsabilidade da Câmara Municipal de Beja. De certo, se existisse a presença de mais caixotes de lixo, haveria menos lixo espalhado pelas ruas.

 

Lixo na rua.jpg

No grande lixo doméstico, atualmente outro grande problema, não há a falta de moloks, grandes caixotes do lixo e ecopontos, mas sim a ausência de uma recolha eficiente do lixo doméstico. Atualmente, os caixotes do lixo encontram-se quase sempre esgotados na sua capacidade, acabando por obrigar as pessoas a colocar o lixo de fora dos contentores, trazendo insalubridade às ruas e criando uma paisagem horrível da cidade, como se comprova na fotografia anterior.

É evidente que a Câmara não está a fazer um trabalho competente, uma vez que esta imagem se repete por toda a cidade. Não sei se o problema é falta de veículos, funcionários ou simplesmente má organização. Mas que há um problema, isso é inegável, bastando para isso perguntar aos munícipies qual a sua opinião sobre este tema.

Para comprovar tal facto, numa conversa trivial, um casal de fora referiu que Beja tinha sido a cidade mais suja que já tinham visitado até hoje. Isto, só pode envergonhar qualquer bejense!

 

Não estamos bem, e não é por dizer que aumentou a recolha de lixo (em toneladas), que está-se a fazer melhor. Até porque o aumento da recolha do lixo, deve-se ao aumento do consumo das famílias e empresas. E não de uma melhor recolha.